Ecoe

Atualizado: Mai 14

Ecoe

Quando não enxergar

Mais nenhuma alternativa

Eu quero que você se lembre

De quando estávamos juntos

E você pisou em mim

Como se eu fosse um chiclete

Cuspido por alguém

Em uma rua qualquer.

Lembre-se de cada lágrima tristonha

Que eu te vi chorar

E de quantas vezes

Eu te amei, meio que em vão

Sem saber que era amor.

Quando tiver certeza

Que nosso tempo era mais brilhante

Eu quero que você ecoe

Ecoe forte, o quanto puder

Que me amou também

Que outrora já quisera

Tempos de nudez mais duradouros

E de um amor mais profundo.

Não quer dizer que me apeguei

Eu ainda sou um pássaro livre

Eu quero dizer que,

Por algum instante,

Vi seus braços, ninhos

Que um dia pude, enfim,

Aconchegar-me e dizer que fui amado.






- Pintura paquistanesa mostrando um garoto, sua solidão, o pôr do sol e o mar. De Umair Panhyar.



0 visualização

©2020 por A Contrapelo Podcast. 

O podcast de Ciências Humanas.