Sujeitos Indeterminados

Atualizado: Mai 14

El baile - Henri Matisse

Em uma certeza podemos nos atribuir:

Somo cheios de possibilidades

Distintas

Diversas

Inesperadas

Indeterminadas.

Tal qual é o que criamos.

O que olhamos.

Com o que dialogamos em verbo e em tato.

Os traços que fazemos em tela.

As moldagens que os dedos dirigem.

As palavras que ousamos combinar.

Sujeitos indeterminados.

Em indeterminados, somos rupturas.

O tempo não é eterno e rompe os nossos ciclos.

Sempre haverá outros tempos.

Sistemas de relações se irrompem.

Indeterminam os significados.

Indeterminam os sujeitos.

40 visualizações1 comentário

©2020 por A Contrapelo Podcast. 

O podcast de Ciências Humanas.